Post Top Ad

terça-feira, 27 de dezembro de 2016

Centro histórico colonial de Lima.

O centro histórico e colonial de Lima é uma gracinha. Gira em torno da Plaza de Armas (oficialmente Plaza Mayor), que se destaca pelos seus edifícios amarelos e varandas de madeira. Para além da Catedral de Lima e ainda o Palácio do Governo. A praça é mesmo grande, com jardins e passeios no centro e onde podem tirar centenas de fotografias giras. Ao seu redor saem uma série de ruas simpáticas, com casas coloniais, igrejas, cafés e restaurantes por onde se podem facilmente "perder" durante umas horas ou um dia inteiro, se o tempo sobrar e quiserem entrar em todo o lado. Nós visitamos o interior da Basílica de São Francisco - que vale muito a pena, têm de entrar pelo menos numa - do Convento de Santo Domingo e da Catedral, mas há várias outras opções. É ir andando e vendo, literalmente. 

Tirando na Catedral, onde estava a decorrer a missa (dada pelo cardeal patriarca de Lima, coisa chique) e portanto foi chegar chegando e entrar, as outras duas visitas foram guiadas. Apesar de perderem um pouco mais tempo do que visitando sozinhos, vale a pena. Não são permitidas de outra forma e é só ir chegando, comprar um bilhete e deixarem-se ser inseridos num grupo que estiver a sair. O interior das igrejas, a decoração dos claustros, são muito mais coloridos do que nas taciturnas igrejas que encontramos na Europa. Achei bem giro de se visitar.

Aproveitem para comer por lá, nós almoçamos no restaurante Pacífico II na Pasaje Jose Olaya, uma ruinha pedonal que sai da Plaza de Armas à esquerda quem está de costas para a Catedral. O Ceviche era óptimo e acompanhou com um Pisco Sour a maneira. Nada melhor para começar a tarde :)

15:15 / by / 0 Comments

Sem comentários:

Post Top Ad