Post Top Ad

segunda-feira, 19 de setembro de 2016

Gerês, dia 2.

O segundo dia do fim-de-semana no Gerês começou mais a norte do Parque Nacional, desta vez no distrito de Viana do Castelo, pela barragem do Alto-Lindoso.
A barragem está construída desde 1992, no Rio Lima, e é o maior e mais potente produtor de energia hidroelétrica em Portugal. A altura e a força da água, a jusante, é uma imagem mais do que impressionante, mas a beleza da albufeira que se forma a montante não lhe fica atrás.

A paragem seguinte foi um dos pontos altos da viagem, o conjunto de espigueiros do Soajo. Não sei bem como nunca tinha ido conhecer - e fica aqui tão perto de casa - e o que eu estava a perder. Estes conjunto de 24 espigueiros faz parte de uma Eira comunitária, o mais antigo é de 1782, e fica mesmo no centro da aldeia, sendo que ainda hoje alguns são utilizados.
Estão assentes um grande afloramento de granito, o que lhe dá ainda mais encanto. Adorei a visita, que rendeu fotografias mesmo giras. - Acho que se nota pela quantidade de fotografias que parecia uma criança numa loja de gomas.

   
   
E para terminar o dia em beleza, ainda fizemos uma paragem estratégica na vila de Arcos de Valdevez, antes de rumar a casa. Outro local bem simpático, onde vale a pena passar, ou então uma óptima opção para pernoitar. 
   
   
11:00 / by / 1 Comments

1 comentário:

estrela disse...

este ano era para ter ido aí passar uns dias!!!

Post Top Ad