Post Top Ad

domingo, 10 de abril de 2016

O centro de Buenos Aires.

Seja pela pedonal Calle Florida ou pela avenida mais larga do mundo, doze faixas de rodagem para cada lado - 9 de Julio. Pela imponência do Teatro Colón ou pelo ar pitoresco da Casa Rosada, o centro da cidade vale a pena ser explorado a pé. 
Curtir o ambiente parisiense dos cafés mais tradicionais ou dos edifícios da Av de Mayo. Assistir às manifestações permanentes nos jardins em frente à Casa Rosada ou cambiar ilegalmente dinheiro na Calle Florida, tudo faz parte do espírito da cidade.
Infelizmente nenhum dos tempos ajudou à minha exploração do centro da cidade, nem a meteorologia, já que esteve de chuva todo o tempo - nota-se pela fraca qualidade das fotografias - nem os dias que passei na cidade, que foram bem poucos (praticamente 1 dia e meio). Espero um dia voltar para curtir com calma e com tempo esta capital surpreendente no outro hemisfério, do outro lado do mar.
Dica importante: As fotografias da tiradas do alto da 9 de Julio foram conseguidas do último piso do Hotel Panamericano, um 5 estrelas modesto perto do Obelisco. Tinham-me dito que havia uma cafetaria no último piso e eu muni-me do meu ar confiante de hóspede five stars, entrei pelo hotel dentro directa ao elevador (antes que fosse barrada por algum segurança) e carreguei para subir ao último piso. Só que quando cheguei lá cima e a porta se abriu estava... dentro do spa. Supostamente não devia estar ali sem ser hóspede, mas estavam a preparar um evento e o meu ar equivocado e inocente conseguiu arrancar autorização para ir num instante à varanda tirar umas fotos e voltar. Informaram-me que a câmara da cidade organiza um tour semanal à cidade que inclui uma subida ao topo do hotel para 'ver as vistas'. Podem tentar a abordagem oficial ou perder a vergonha e tentar o mesmo que eu.
18:39 / by / 0 Comments

Sem comentários:

Post Top Ad