Post Top Ad

terça-feira, 12 de janeiro de 2016

Água no Deserto, as lagunas altiplânicas.

Uma das maiores surpresas nesta visita ao Deserto foi, sem dúvida, a diversidade de cores e paisagens, combinadas com a abundância de água. Um contra-senso naquele que é o deserto mais árido do mundo. É verdade que ao que consta chove por lá cerca de 5 dias por ano, mas há várias outras fontes de água, que não 'humedecem' muito o ambiente, mas que tornam alguns locais únicos.
Um desses locais é bem no alto, a quase 4000 metros e no meio dos vulcões, em plena cordilheira dos Andes, as lagoas de Miscanti e Miñiques. Aqui faz mesmo muito frio, e o cume das montanhas está sempre gelado, e é o degelo dessa água que originou as lagoas e permitiu o crescimento das plantas que a rodeiam. O passeio vale muito a pena, ainda tivemos um bónus de ver um grupo de vicuñas a dirigir-se ao lago para beber e pelo caminho paramos em mais um pueblo no meio do deserto, Socaire.

Dicas para este passeio: Vão muito bem agasalhados com várias camadas de roupa, sendo a primeira térmica, conforme forem subindo a temperatura vai cair a sério e também apanhamos um ventinho bem cortante a ajudar à festa. Vão abastecidos de água para irem hidratando pelo caminho, é um passeio bem alto e devem ter todos os cuidados para evitar o soroche. Vão estar literalmente no meio do nada, a mais de uma hora de qualquer vestígio de civilização, vão prevenidos também com qualquer coisa para enganar a fome.
20:31 / by / 4 Comments

4 comentários:

Agnes disse...

Que. Espectáculo. Algumas fotos até parecem photoshop, como aqueles cenários que colocam em bakground de retratos, sabes? Brutal.

IM (misspipetaseviagens) disse...

Juro que nem sei trabalhar com o Photoshop, saíram mesmo assim!

Agnes disse...

ahaha, eu também não (mas gostava, por acaso). Não foi dito por mal, era mesmo um elogio à paisagem (e à fotógrafa, claro!)

IM (misspipetaseviagens) disse...

Eu percebi, estava a brincar. E, sim, também gostava de saber trabalhar com o Photoshop, principalmente para reparar as fotos que me tiram a mim, sou tão 'esquisitinha' com as fotografias que gosto sempre mais das minhas do que das que me tiram, ahahah. Nesta viagem a minha irmã já revirava os olhos cada vez que lhe dizia "Tira-me aqui uma."!

Post Top Ad