Post Top Ad

quarta-feira, 5 de agosto de 2015

Relato de uma viagem atribulada.

E pronto, cerca de 48h depois, chegamos a Santiago do Chile!
A viagem foi atribulada, muuuuito atribulada. Depois do pequeno atraso no Porto, sem consequências, lá chegamos a Madrid e apanhamos o nosso voo até Miami. Aí é que começou o circo.
Chegamos com cerca de meia hora de atraso, o que já nos deixou de pé atrás, porque a escala era só de 2h e a confusão parecia ser muita. Para completar o ramalhete informaram nós que tínhamos de levantar as malas, afinal não iam diretas ao destino, e passar todo o processo de emigração. Foi a morte do artista.
Aterrámos as 19h30, e depois de três, TRÊS, filas de imigração diferentes e de correr a pegar nas malas, eram 21h15. O voo era às 21h. Bonito!
E agora?
Fila de assistência da American Airlines para tentar remarcar o voo. Quilómetros de pessoas na mesma situação. Duas horas à espera. A morrer de tudo, principalmente de cansaço.
Conclusão final, nada de lugares para os próximos dias Miami-Santiago, tem de ir por Dallas. Ah, mais um voo, mal posso esperar... Pelo menos para o dia seguinte. As 17h.
E agora... Hotel?
Há pois, não é tal, a responsabilidade não é nossa, o voo era da Ibéria (balcão fechado) e o problema é da imigração, não da companhia... Bláblá, vontade de discutir em vão: zero!
Bora arranjar um hotel.
Liga para um, liga para outro, e mais outro, e mais outro... "Sold Out"
Já no desespero atendem do Holiday Inn airport, ah sim, temos, o transfer passa aí em 10 min!
Finalmente, 00:30 e nós a caminho da melhor king size bed dos últimos tempos. 109 dólares mais bem empregues da vida!
Depois da noite mais maravilhosa de sempre, a parte boa dos contratempos. E se fôssemos passar a manhã a South Beach?
Yeeeiiiii.
- molhar os pés em South Beach
- passeio pelo artdeco district
- acabar na Lincoln Mall Av.
E voltar ao hotel para pegar nas malas e tentar finalmente chegar a Santiago, depois deste brinde americano. (Não sem antes refrescar do calor que fazia num mergulho básico na piscina do hotel!)
Voo a horas até Dallas, sem contratempos na troca de voos, sem imigração claro, e uma noite inteira de voo até aqui.
Não sei se tenho mais sono, se me dói o rabo de estar sentada tantas horas. Mas com certeza depois desta estou pronta para voar até à Austrália (provavelmente não enquanto a memória ainda estiver fresca, estou tão cansada que até tenho medo do voo de regresso, ai!)
Deixo-vos com a imagem do meu carimbo mais difícil de conseguir :) vou descansar e tomar um banho merecido, por cá chove, espero voltar com novidades em breve!
20:50 / by / 2 Comments

2 comentários:

Agnes disse...

Agora é sempre a melhorar!

Rosa disse...

Calma! Até ao dia de regresso já esqueces os contratempos!

Post Top Ad