Post Top Ad

quinta-feira, 15 de janeiro de 2015

Lange Nacht der Museen.

O dia escolhido para ir a Viena não foi ao calhas, foi bem no dia, ou na noite dos museus. Várias cidades da europa há já alguns anos que fazem actividades semelhantes, também conhecidas como 'noite dos museus' ou noite branca' e já algum tempo que tinha vontade de participar numa delas. Não consigo imaginar melhor ocasião que a Lange nacht der museen e as suas dezenas de quadros do Klimt espalhados pela cidade. O único problema deste evento é a velocidade a que é preciso fazer tudo isto. Os museus abrem às 18h e estariam abertos até tarde da noite, mas às 23h eu tinha um comboio de volta a Bratislava para apanhar.
Conclusão: tive que resistir à tentação de me enfiar de novo no Belvedere (que visitei da primeira vez que estive em Viena) e passar 1h em frente a'O Beijo e escolher museus que ainda não conhecia para visitar. O balanço final da noite foi a exposição temporária do Miró no Museu Albertina, os frescos do Klimt no Kunsthistorisches Museum e a colecção permanente do Leopold Museum (com mais Klimt!)
Adorei a experiência, para além das visitas propriamente ditas, o ambiente pela cidade estava fantástico, espero voltar um dia com mais tempo para desfrutar tranquilamente.
Os bilhetes para o evento foram vendidos ao longo de todo o dia em banquinhas deste género espalhadas pela cidade e custavam 13 euros o bilhete inteiro ou 11 euros com desconto de estudante. Para além do acesso gratuito a dezenas de museus aderentes espalhados por toda a cidade, bem como a visitas temáticas variadas organizadas pelos próprios museus, permitia ainda viajar de forma gratuita nos transportes públicos e nas linhas especialmente criadas para a ocasião. (mais informação aqui) 
17:38 / by / 0 Comments

Sem comentários:

Post Top Ad